quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Fotojornalismo-James Agee e Walker Evans







James Agee tem obra lançada no centenário de seu nascimento
Um deles é "Morte na Família", justamente o que lhe rendeu, ainda que postumamente, a mais importante láurea literária à sua obra. E, se não fosse pelo lançamento de "Elogiemos os Homens Ilustres", o centenário do nascimento do escritor, poeta, jornalista, roteirista e crítico cinematográfico, que se completa neste dia 27, passaria em branco.
Considerada como um dos mais profundos retratos dos Estados Unidos da Grande Depressão, a obra nasceu de uma grande reportagem para a revista "Fortune" para a qual Agee e o fotógrafo Walker Evans haviam sido escalados. Durante cerca de um mês, eles conviveram com famílias de meeiros pobres no estado do Alabama.
O texto nunca chegou a ser publicado nas páginas do periódico, mas deu origem a um livro que se tornou importante referência para estudos de jornalismo, literatura e antropologia. As 61 fotos de Evans que abrem a edição brasileira preparam o terreno para toda a dor e a desesperança que é descrita por Agee.(folhaonline)